Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kofi Annan prepara viagem à Síria

Kofi Annan, o emissário especial das Nações Unidas e da Liga Árabe, decidiu viajar para a Síria e já prepara os últimos detalhes de sua partida, anunciou nesta sexta-feira seu porta-voz, Ahmad Fawzi.

Como mencionado na última sexta-feira, Kofi Annan visitará “em breve” o país, no que será sua primeira viagem desde 10 de março, quando se encontrou com o presidente sírio, Bashar al-Assad, em Damasco, disse Fawzi.

“Quase decidimos a data”, afirmou, sem dar mais explicações por razões de segurança.

O porta-voz informou ainda que o francês Jean-Marie Guehenno, um de seus dois adjuntos da ONU, voltou da Síria na quinta-feira, depois de uma visita de seis dias.

Durante sua viagem, Guéhenno, ex-subsecretário geral das Nações Unidas nas operações de paz (2008-2008), reuniu-se com representantes de todas as partes, mas não encontrou o presidente Bashar al-Assad, segundo Fawzi.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), mais de 12.000 pessoas morreram na Síria desde março de 2011, a maioria civis mortos pelas forças do governo que reprimem a contestação contra o regime.

Em um novo relatório publicado na quinta-feira em Genebra, os investigadores do Conselho dos Direitos Humanos da ONU afirmaram “que a maior parte das graves violações” na Síria foram “cometidas pelo exército e os serviços de segurança”.

O Exército usou uma ampla gama de meios militares, “incluindo artilharia pesada, em áreas civis”, escreveu a comissão de inquérito, embora relate que “os grupos armados anti-governo também cometeram abusos”.

Segundo a comissão, as tropas continuam com as execuções sumárias e tortura, até mesmo contra crianças.

Além do cessar-fogo, o Plano Annan prevê o retorno do Exército aos quartéis, a libertação de prisioneiros, o respeito ao direito de se manifestar, diálogo entre governo e oposição e liberdade de movimento para humanitários e imprensa.

Em 12 de abril, a trégua entrou oficialmente em vigor, mas tem sido violada diariamente.