Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kim Jong-un aparece gordo e pesam suspeitas sobre sua saúde

Especialistas temem que um eventual afastamento do ditador poderia levar a uma feroz disputa pelo poder e mesmo a uma revolta popular de consequências imprevisíveis

Uma recente fotografia do ditador norte-coreano Kim Jong-un voltou a levantar suspeitas sobre suas condições de saúde, reporta o The Telegraph nesta quarta-feira. O ditador, desde que foi alçado à condição de chefe de Estado, sempre foi dono de uma silhueta rechonchuda, mas nada se compara à imagem atual. Kim Jong-un está visivelmente gordo. As imagens de Kim foram divulgadas pela mídia estatal da Coreia do Norte. Ele é mostrado vistoriando uma plantação em seu país e esticando as riscas de giz de um elegante, mas volumoso, conjunto de calça e blazer. Um chapéu estilo Panamá e uma camiseta branca em gola V completam o visual do jovem ditador. Sua forma física avantajada, que as listas verticais de seu look não conseguem disfarçar, chama atenção.

Leia também

Na balada: Irmão de Kim Jong-un é flagrado em show de Eric Clapton

Coreia do Norte diz que pode fabricar mísseis nucleares intercontinentais

Execução do ministro da Defesa norte-coreano levanta dúvidas

Kim Jong-un vem paulatinamente ganhando peso desde que ele herdou o poder na Coreia do Norte, após a morte de seu pai, Kim Jong-il, em dezembro de 2011, mas nunca tinha estado tão corpulento como mostram as fotografias mais recentes. De acordo com analistas, a saúde de Kim precisa ser cuidadosamente monitorada. Uma morte repentina pode desencadear uma feroz disputa interna pelo poder e até uma revolta popular com consequências imprevisíveis. “Nós sabemos que sua saúde não é tão boa. Se ele está seriamente doente e vier a se afastar ou falecer, há a possibilidade de instabilidade ou mesmo um golpe de Estado por elementos das forças armadas”, disse Toshimitsu Shigemura, especialista em Coreia do Norte da Universidade de Waseda, em Tóquio.

A agência de inteligência sul-coreana, que possui informantes no Norte e monitora os passos de Kim Jong-un, já relatou que o ditador teve alguns problemas de saúde. Kim desapareceu por várias semanas em setembro do ano passado, e reapareceu usando uma bengala. Segundo as fontes sul-coreanas, o ditador sofre de gota e, por isso, teve problemas nas articulações dos tornozelos. É possível também que Kim tenha herdado alguns dos hábitos e problemas de saúde de seu pai, que, segundo a inteligência, faleceu em decorrência de uma crise de diabetes. Mesmo diabético e com pressão arterial alta, Kim Jong-il não abriu mão de seu apreço pelos bons conhaques franceses e por pratos fartos e requintados em sua dieta.

(Da redação)