Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Junta militar egípcia se compromete a entregar poder antes de julho de 2012

Cairo, 22 nov (EFE).- Os partidos políticos do Egito e a junta militar que governa interinamente o país firmaram nesta terça-feira um acordo para a formação de um ‘governo de salvação nacional’ e a realização de eleições presidenciais antes do dia 30 de junho de 2012, disse à Agência Efe o porta-voz do partido salafista Al Nour, Mohammed Noor.

A fonte acrescentou que a junta militar também aceitou a renúncia do governo do primeiro-ministro do país, Essam Sharaf, e que foi decidido manter as eleições legislativas em sua data prevista, ou seja, a partir de 28 de novembro. Além disso, os generais se comprometeram a pedir contas aos responsáveis pelos ataques aos manifestantes ocorridos nos últimos dias.

Em comunicado divulgado no Facebook, o Ao Nour anunciou que a junta militar garantiu que porá fim à violência contra os manifestantes e respeitará o direito aos protestos pacíficos.

Da mesma forma, as forças políticas e os generais acertaram a libertação de todos os detidos nos protestos antes do próximo sábado.

Estas medidas foram anunciadas paralelamente à grande manifestação que acontece na praça Tahrir do Cairo e em outras cidades egípcias para pedir a renúncia imediata da junta militar e a transferência do poder a uma autoridade civil. EFE