Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jornalista ‘mata’ Rainha Elizabeth II no Twitter e provoca confusão na imprensa mundial

Ahmen Khawaja, da 'BBC', confundiu um treinamento de rotina para uma futura cobertura da morte da monarca e divulgou a informação na rede social

Uma jornalista da rede britânica BBC causou furor na imprensa internacional nesta quarta-feira após divulgar a falsa informação sobre a morte da Rainha Elizabeth II no Twitter. Ela teria confundido um treinamento periódico promovido pela BBC para uma futura cobertura da morte de membros da família real britânica.

Mais cedo, a jornalista Ahmen Khawaja, de 31 anos, havia tuitado que a rainha estava internada no Hospital King Edward VII, em Londres, sem saber que a internação faz parte do check-up anual da monarca.

Tweet sobre a morte da rainha Elizabeth II

Tweet sobre a morte da rainha Elizabeth II (VEJA)

Assim que percebeu o engano, Ahmen apagou os dois tuítes, mas a confusão já estava formada. Diversos veículos da imprensa mundial divulgaram a informação e tiveram de se retratar.

Com o boato da morte da rainha se espalhando rapidamente, o Palácio de Buckingham viu-se obrigado a divulgar um comunicado oficial para esclarecer os fatos, quebrando o protocolo de se recusar a comentar especulações sobre a saúde da família real.

Leia também:

Rainha Elizabeth II confirma referendo sobre permanência da Grã-Bretanha na UE

Após vitória, Cameron tem audiência com a rainha

Um e-mail enviado por um dos diretores da BBC aos jornalistas da rede nesta quarta-feira confirma o treinamento e esclarece o mal-entendido: “Este ensaio está agendado há algum tempo e NÃO há nenhuma razão editorial para ocorrer neste momento”, diz o texto.

A BBC se desculpou pelo ocorrido e, segundo o jornal The Telegraph, Ahmen vai enfrentar uma ação disciplinar pelo falso ato.

(Da redação)