Joaquín “El Chapo” Guzmán enfrentará processo de extradição aos EUA

Promotores mexicanos revelam que um dos traficantes mais poderosos do planeta, que já fugiu duas vezes de prisões mexicanas, deverá ser enviado para uma prisão americana

O traficante mexicano Joaquín “El Chapo” Guzmán, que foi recapturado na sexta-feira em Sinaloa, cidade onde ele fundou um dos maiores e mais violentos cartéis de drogas do planeta, enfrentará um processo de extradição para os Estados Unidos. El Chapo é acusado por narcotráfico em seis estados americanos, informou a promotoria em comunicado.

“Com a recaptura de Guzmán, deverão ter início os respectivos procedimentos de extradição”, afirmou a o promotoria.

O prazo para que os advogados de Guzmán possam argumentar para evitar a extradição pode, inclusive, ser ampliado, mas os promotores afirmam que “apresentarão elementos para combater” qualquer estratégia da defesa.

No dia 11 de julho de 2014, El Chapo fugiu do presídio El Altiplano (a 90 km da capital) por um túnel de mais de 1,5 km com entrada no chão do chuveiro de sua cela.

LEIA MAIS:

Traficante ‘El Chapo’ retorna para prisão de onde fugiu

Com AFP