Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

iPhone pode ter salvo vida de mulher em ataque de Las Vegas

O celular teria bloqueado uma das balas disparadas durante o festival Route 91

Uma mulher afirmou que sua vida foi salva por seu celular durante o ataque à tiros do último domingo em Las Vegas. Segundo o site Business Insider, o iPhone rosa teria bloqueado uma das balas disparadas durante o festival Route 91.

A mulher, que não foi identificada, teria contado a história de como foi salva pelo aparelho ao taxista que a levou até sua casa após o ataque. O homem tirou uma foto do celular totalmente danificado e compartilhou a imagem nas redes sociais.

A informação não pode ser confirmada, já que a mulher nunca se pronunciou sobre o ocorrido. Também não se sabe ao certo onde a mulher carregava o iPhone.

O ataque

Cerca de 22.000 pessoas assistiam a um show no festival de música country Route 91 Harvest quando Stephen Paddock abriu fogo de um quarto no 32º andar do hotel Mandalay Bay. Os tiros cruzaram a Las Vegas Strip, onde ficam os mais célebres hotéis e cassinos de Las Vegas, até o local do evento. Segundo as autoridades americanas, 59 pessoas morreram e outras 527 ficaram feridas.

Paddock se matou antes de a polícia entrar no quarto de onde ele estava atirando, afirmou o chefe de polícia do condado Clark, Joseph Lombardo, a repórteres. Porém, quando os oficiais ainda se aproximavam do local, o agressor de 64 anos atingiu um policial na perna.

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo massacre, mas as autoridades americanas expressaram ceticismo em relação à declaração. Segundo o FBI, tudo indica que Paddock não tinha nenhum vínculo com grupos terroristas internacionais.

A polícia de Las Vegas encontrou 23 armas de fogo, incluindo diversas automáticas, e muita munição do quarto de hotel, além de mais armas e explosivos em duas casas que pertenciam ao aposentado.