Imagem retrata ‘grito de um corpo silencioso’, diz autora de foto do menino sírio

Foto inspirou ilustrações em homenagem aos refugiados mortos

A fotógrafa Nilufer Demir, que registrou a imagem do menino sírio morto na praia de Bodrum, na Turquia, falou sobre o momento em que encontrou o corpo de Aylan Kurdi, de apenas 3 anos.

Em entrevista à rede CNN, a fotógrafa e correspondente de uma agência de notícias turca contou que foi ao local após relatos de movimentação fora do normal na praia. Quando chegou, ela percebeu que havia diversos corpos de pessoas afogadas.

Nilufer disse que “congelou” quando viu a criança imóvel na praia, com o rosto na areia. “Não havia nada a ser feito por ele. Nada o traria de volta à vida”, disse a fotógrafa de 29 anos nesta quinta-feira.

Ela levantou sua câmera e começou a fotografar. “Eu pensei ‘É a única forma de expressar o grito desse corpo silencioso”, disse.

Alguns metros à frente, Nilufer encontrou o corpo de Galip, irmão de 5 anos do pequeno Aylan, e de outros refugiados que morreram afogados tentando chegar à ilha grega do Kos. Segundo ela, nenhum deles usava colete salva-vidas.

O grito silencioso registrado por Nilufer ecoou nas redes sociais. No Twitter, usuários usaram a hashtag #KiyiyaVuranInsanlik para homenagear o menino sírio com ilustrações emocionantes.

Leia mais:

Imagem de policial carregando corpo de garoto sírio afogado simboliza crise dos refugiados

Família de menino sírio afogado tentou emigrar para o Canadá, mas pedido foi recusado

‘Peguei minha mulher e meus filhos nos braços e percebi que estavam todos mortos’, diz pai de criança síria afogada

(Da redação)