Identificado suposto autor de incêndio que matou 13 pessoas na China

Pequim, 4 mar (EFE).- A Polícia chinesa identificou um homem de 48 anos como suposto autor do incêndio que esta semana causou a morte de 13 pessoas – o piromaníaco entre elas – na cidade de Taiyuan (norte do país), informou neste domingo a imprensa oficial.

O suspeito, de sobrenome Wu, esteve envolvido anteriormente em outros incêndios provocados, e sua identidade foi confirmada por mostras de DNA, assinalou o Birô de Segurança Pública da cidade através da agência ‘Xinhua’.

Segundo as investigações, Wu, ligeiramente bêbado, entrou na casa de uma vizinha, de sobrenome Ren, à qual matou com uma faca e um martelo na sexta-feira passada.

Após o homicídio, entrou na casa de outro vizinho, onde derramou um recipiente com gasolina e ateou fogo no local. EFE