Homem que planejava matar Obama é condenado à morte

James McVay, de 44 anos, matou uma idosa de 75 anos e roubou o seu carro para poder dirigir até Washington e assassinar o presidente americano

James McVay, de 44 anos, foi condenado à morte nesta quarta-feira por matar uma idosa como parte de um complô para assassinar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A audiência de hoje formalizou a decisão unânime do júri sobre a sentença aplicada a McVay. Caso um dos jurados tivesse se oposto, a pena de morte poderia ter sido convertida em prisão perpétua.

Leia também:

Homem que atirou contra Casa Branca é condenado a 25 anos de prisão

Carro suspeito de perseguir filhas de Obama causa fechamento da Casa Branca

McVay confessou ter esfaqueado até a morte Maybelle Schein, de 75 anos, na Dacota do Sul, em 2011, mas se declarou mentalmente incapaz. Ele disse que matou a idosa e roubou o seu carro para poder dirigir até Washington e assassinar Obama. O criminoso, no entanto, foi preso em Madison, no estado de Wisconsin, antes que pudesse cumprir o seu plano lunático.

(Com Estadão Conteúdo)