Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hillary revela apoio a Obama no sábado

A senadora Hillary Clinton já definiu a data para o fim de sua histórica campanha à presidência. Derrotada pelo senador Barack Obama na corrida pelos delegados do Partido Democrata nas eleições primárias, Hillary anunciará seu apoio ao ex-rival no sábado, num discurso em Washington. A informação foi confirmada na noite de quarta-feira pelo diretor de comunicações de sua campanha, Howard Wolfson. O discurso abre caminho para que Hillary seja candidata a vice na chapa de Obama.

O pronunciamento do fim de semana servirá para Hillary defender a união partidária depois de uma acirrada disputa com Obama. Servirá ainda para que ela agradeça aos simpatizantes pelo apoio nos 17 meses de campanha. O assessor da senadora informou que o discurso foi marcado para sábado para facilitar a presença das pessoas que apoiaram a campanha em Washington. Apesar da adesão a Obama, Hillary pode não desistir oficialmente, de forma a manter os delegados conquistados nas prévias.

Com isso, a senadora participaria da convenção nacional democrata, em agosto, e teria um palanque para defender seus projetos, principalmente o plano de atendimento médico universal. Sobre a vice-presidência, Hillary já sinalizou que aceitaria um possível convite de Obama. O candidato democrata, contudo, hesita em escolher a ex-rival. Apesar dos possíveis benefícios dessa escolha — como unir o partido e atrair imediatamente os eleitores de Hillary à chapa –, a equipe do senador vê riscos nessa opção.

Na quarta, Obama convidou a filha do ex-presidente John Kennedy para ajudá-lo na escolha do vice. Segundo o porta-voz de Obama, Bill Burton, Caroline Kennedy deverá trabalhar ao lado de Eric Holder, ex-integrante da administração Bill Clinton, e James Johnson, veterano na tarefa. Em janeiro, Caroline fez um discurso em Nova York declarando seu apoio ao senador por Illinois. Além de Hillary, nomes como o de Bill Richardson, Joe Biden, Chris Dodd e Ed Rendell aparecem na lista de possíveis vices.