Garoto de 12 anos detido nos EUA volta ao Brasil

“Eu sei que é ilegal entrar num país para trabalhar, mas quem cometeu o crime foi eu, não o meu filho”, disse o pai de Rhian

O menino Rhian, que estava detido nos Estados Unidos desde o dia 11 de maio, voltou ao Brasil nesta quarta-feira, informa a TV Gazeta, afiliada da TV Globo no Espírito Santo. Ele e seu pai, Alécio Soares de Paulo, foram barrados pela imigração. Seu pai foi deportado em agosto, mas o garoto de 12 anos foi encaminhando para um abrigo para menores em Chicago.

Alécio Soares de Paulo é lavrador em Barra de São Francisco, no cidade do interior do Espírito Santo, e tentou entrar nos EUA para trabalhar e enviar dinheiro à família. Ele já tinha tentado entrar no país em 2003, mas foi barrado e deportado. “Eu sei que é ilegal entrar num país para trabalhar, mas quem cometeu o crime foi eu, não o meu filho”, disse Alécio em entrevista. No aeroporto de Vitória, local de chegada de Rhian, ele disse que sentiu muitas saudades e que chorava todas as noites.

Leia também
Brasileiro de 12 anos está detido há 4 meses nos EUA
Dicas para evitar transtornos na imigração dos EUA
Segunda adolescente brasileira detida nos EUA volta ao Brasil

“O que me deu esse impulso [para Alécio tentar a sorte nos EUA] foi olhar a geladeira e não ter nada dentro de casa. Depender da minha sogra para comer e para beber. É muita saudade, porque essa semana já faz quatro meses. Me arrependo muito de ter permitido que tudo isso acontecesse. Não aconselho ninguém que faça”, declarou a mãe Elizângela Fagundes Viana.

“O café estava todo morrendo. Eu investi dinheiro, peguei empréstimo no banco [para a viagem]. Quando a gente chegou lá, me separaram do meu filho e disseram que tinha problema para a gente entrar nos Estados Unidos. E nisso eu fiquei dois meses e 20 dias esperando por ele”.

(Da redação)