Furacão Matthew já provocou 3 mortes nos EUA

A tempestade caiu para categoria 2 na escala de cinco graus de intensidade dos furacões

O furacão Matthew já causou três mortes nos Estados Unidos nesta sexta-feira, informaram autoridades na Flórida. Uma das fatalidades foi causada por uma árvore, que caiu em cima de uma mulher em seu próprio quintal.

De acordo com a porta-voz do Centro de Informações do Condado de Volusia, Joanne Magley, a mulher tinha por volta de 60 anos e saiu de casa para alimentar seus animais, que estavam no jardim, quando foi atingida pela árvore. A outra morte registrada nesta tarde ocorreu em St. Vincent, na costa leste da Flórida. Um homem de 82 anos com dificuldades para respirar ficou inconsciente, mas não pode ser resgatado “devido a ventos perigosamente fortes”, segundo informou a página do Departamento de Bombeiros local no Facebook.

LEIA MAIS:
Vídeo: mar invade casa durante a passagem de furacão na Flórida
Número de mortes causadas pelo furacão Matthew passa de 840

As duas fatalidades se somam à morte de uma senhora que sofreu um ataque cardíaco nesta manhã, também em St. Vincent, e os serviços de emergência também não puderam responder seu chamado.

Atualmente, o furacão se encontra a aproximadamente 65 quilômetros da costa leste da cidade de Jacksonville, na Flórida, e se aproxima do estado da Geórgia. Sua categoria foi reduzida para 2 na escala de cinco graus de intensidade dos furacões. Os especialistas acreditam que a tendência é que sua força continue diminuindo, mas grandes estragos ainda são esperados na costas da Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte.

Cerca de 300.000 residências da Flórida ficaram sem eletricidade, relatou a imprensa local. Em West Palm Beach, ruas e casas ficaram no escuro, e a rodovia 95 ficou vazia enquanto a tempestade atravessava a comunidade de 100.000 pessoas. O Matthew está gerando ventos extremamente perigosos de 195 km/h, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC).