Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Furacão Matthew já deixou ao menos 108 mortos no Haiti

Ao menos cinquenta pessoas morreram somente na cidade de Roche-à-Bateau, no sul do país

O furacão Matthew no Haiti já causou ao menos 108 mortes, informou o ministro do Interior, François Anick Joseph, nesta quinta-feira. Segundo declarou uma fonte oficial à agência de notícias AFP, ao menos cinquenta pessoas morreram somente na cidade de Roche-à-Bateau, no sul do país.

Novas imagens divulgadas pela imprensa local mostram a enorme devastação que atingiu algumas das áreas mais remotas do país caribenho, principalmente na região sudeste do Haiti. O furacão chegou à categoria 4 da escala de força, a segunda mais alta para furacões, nesta quinta.

LEIA MAIS:
Furacão Matthew obriga evacuação de 2 milhões de pessoas nos EUA
Furacão atinge Haiti e Cuba com severidade e segue para os EUA
Furacão Matthew provoca mortes e devastação no Haiti

O país caribenho causa preocupação em especial porque dezenas de milhares de pessoas ainda vivem em barracas e habitações improvisadas desde o tremor de 2010, que matou mais de 200 000 pessoas.

Segundo o Centro Nacional de Furacões americano (NHC), às 15h do horário de Brasília o furacão Matthew se encontrava a 100 quilômetros das Bahamas, e 205 quilômetros  de West Palm Beach, no litoral sudeste da Flórida. O sistema de baixa pressão apresenta ventos máximos constantes de 220 km/h e se desloca rumo a noroeste a uma velocidade de 22 km/h. Os estados da Flórida, Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte declararam estado de alerta.

Mais de 2 milhões de pessoas foram alertadas a deixarem suas casas na costa leste dos Estados Unidos por causa do furacão, que deve atingir o país ainda nesta noite.  De acordo com a rede CNN, o número de evacuações forçadas no país é o maior desde o furacão Sandy, em 2012.