Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França estuda enviar equipamentos de comunicações aos rebeldes sírios

Paris, 15 jun (EFE).- O ministro de Exteriores da França, Laurent Fabius, afirmou nesta sexta-feira que seu governo estuda enviar equipamentos de comunicações aos rebeldes sírios, ao mesmo tempo em que negocia com a Rússia, principal aliado de Bashar al Assad, para encontrar uma solução ao conflito.

Em declarações à rádio ‘France Inter’, o ministro assinalou que a única alternativa à solução diplomática passa por ‘uma vitória clara da oposição’.

Fabius indicou que não enviarão armas que possam agravar o conflito, mas não descartou a entrega de equipamentos de comunicação, como já fizeram os Estados Unidos.

O porta-voz do Ministério de Exteriores da França, Bernard Valero, detalhou em entrevista coletiva que as autoridades estudam qual seria o melhor canal para essa provisão de equipamentos de comunicação, e admitiu que poderia ser através da plataforma opositora Conselho Nacional Sírio (CNS), mas também através de outros membros da sociedade com os quais mantêm contato.

Quanto à justificativa da entrega de equipes de comunicação, Valero insistiu que ‘o mundo tem que estar informado dos crimes cometidos na Síria’.

Valero deu a entender que essa ajuda poderia ser oferecida pela França de forma isolada ou em cooperação com seus sócios europeus.

O ministro indicou que a oposição a Assad está crescendo no país e aludiu aos contatos que seu governo mantém com Moscou, onde ontem esteve o diretor de Assuntos Políticos de seu departamento, para discutir a situação na Síria.

‘Os russos, que até agora estavam muito ligados a Bashar al Assad, veem por si mesmos que é um tirano e um assassino’, disse o ministro, assinalando que a Rússia ‘se enfraquece’ apoiando o regime de Damasco. EFE