Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

França apoia Espanha na exigência da dissolução incondicional da ETA

Munique (Alemanha), 18 mai (EFE).- O ministro de Interior da Espanha, Jorge Fernández Díaz, e seu colega francês, Manuel Valls, insistiram nesta sexta-feira em Munique em exigir a dissolução incondicional da ETA e garantiram a continuidade da estreita colaboração entre ambos países na luta contra o terrorismo.

‘O que o governo da Espanha pede e exige à ETA é o que já pediu o Congresso dos Deputados: sua dissolução incondicional’, ressaltou Fernández Díaz após a reunião de ministros do G6 – Alemanha, Espanha, França, Itália, Polônia e Reino Unido – na capital bávara.

O ministro francês ressaltou que ‘a dissolução desta organização terrorista evidentemente é uma condição sine qua non’, ao mesmo tempo em que destacou ‘a vontade’ de ambos países em ‘manter uma estreita aproximação’ em tudo o que concerne à luta contra a ETA.

Fernández Díaz comunicou a seu colega francês que ‘a posição do governo da Espanha em relação à ETA é que não há nem vai haver nenhum tipo de negociação’.

Lembrou, além disso, que a política penitenciária do governo espanhol, a da ‘reinserção individual no marco da lei’, ‘não vai mudar’ enquanto ETA não se dissolver. EFE