Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fotos de Marilyn Monroe quando jovem são destaques de leilão em Los Angeles

Los Angeles, 22 nov (EFE).- Uma série de fotografias de Marilyn Monroe quando jovem é a principal atração de um leilão da casa Julien’s Auctions chamado ‘Icons and Idols: Hollywood’, que acontecerá no início de dezembro em Los Angeles, informou nesta terça-feira a página oficial da companhia no Facebook.

Na mostra serão exibidos artigos que pertenceram a celebridades como Greta Garbo, John Wayne, Elizabeth Taylor e Steve McQueen, mas são as fotos de uma inocente Norma Jeane, nome real de Marilyn Monroe, que despertam maior interesse do público.

As fotografias mostram a atriz na época em que dava seus primeiros passos como modelo, aos 19 anos, na agência Blue Book Modeling, onde conheceu o fotógrafo Joseph Jasgur, que realizou ensaios com ela em alguns dos arranha-céus de Los Angeles e em praias de Malibu como Zuma Beach.

Também integra a exposição a fotografia considerada por Marilyn como sua favorita, tirada por Cecil Beaton em 1956 depois da rodagem de ‘Nunca Fui Santa’, do diretor Joshua Logan.

Logan entregou à atriz um tríptico com esta foto e uma carta na qual descrevia sua amizade com estrela do cinema. Esta peça, que esteve no quarto de Marilyn até sua morte, está cotada para ser arrematada por US$ 100 mil no leilão.

Dentre os artigos à venda também há uma carta enviada por Marilyn à sua mãe, Grace Goddard, na qual descreve suas primeiras experiências como modelo, seu casamento com ‘Jimmie’ Dougherty e suas esperanças sobre um futuro melhor na profissão. Esta carta deve ser leiloada por cerca de US$ 50 mil.

Além disso, destacam-se uma pistola calibre 38 usada por Sean Connery no filme ‘007 – Nunca Mais Outra Vez’, uma coleção de vestidos e móveis da série ‘Law & Order’ e objetos pessoais de Rodolfo Valentino, Julie Andrews, Marlon Brando e Bruce Lee.

As fotos estarão disponíveis para exibição pública da próxima segunda-feira até 2 de dezembro. O leilão será realizado nos dias 1º e 2 de dezembro. EFE