Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fortuna de Fidel Castro pode ter alcançado 900 milhões de dólares

Em 2006, a revista americana 'Forbes' colocou Fidel em sétimo lugar na lista de governantes mais ricos do mundo

Apesar de não demonstrar sua afeição pelo luxo, o ex-ditador cubano Fidel Castro, que morreu na última sexta-feira (madrugada de sábado em Brasília), teve sua fortuna estimada em 900 milhões de dólares. O valor foi avaliado em 2006 pela revista americana Forbes, que o colocou em uma lista de governantes mais ricos do mundo.

Há dez anos, a publicação financeira considerava que Fidel era o sétimo governante na lista de presidentes, ditadores e monarcas mais endinheirados. Segundo a Forbes, a fortuna do ditador cresceu abruptamente em pouco tempo, uma vez que a estimativa de sua fortuna em 2003 era de 110 milhões de dólares. O dinheiro teria relação com seu poder em uma série de empresas que eram de propriedade do Estado cubano.

Veja também

Na época da publicação, o caso foi respondido com raiva pelo governo da ilha e por Fidel, que afirmou se tratar de uma “mentira absoluta” e disse que tomaria ações legais contra a revista. “Se eles provarem que eu tenho uma conta no exterior de 900 milhões dólares ou de apenas um dólar, eu renuncio agora a todas as funções que desempenho”, afirmou Castro, em 2006. “É ridículo me atribuir uma fortuna de 900 milhões de dólares. Uma fortuna sem herdeiros”.

Forbes relembrou o episódio após a morte do ditador, que faleceu aos 90 anos, e comentou que Fidel gostava de “acomodações luxuosas”, mas precisava se mudar constantemente por causa de tentativas de assassinato. Depois de sua morte, Cuba entrou em nove dias de luto oficial e prepara homenagens pelo país, com uma procissão das cinzas de Fidel pela ilha.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Muito interessante um Comunista com uma fortuna de 900 milhões de dolares…Como tem ótario no mundo.

    Curtir

  2. Antonio Mascarenhas

    CHUPA ESSA ESQUERDOPATAS, AINDA QUE A FORTUNA DO COMANDANTE MORTO SEJA UM EXAGERO, ISSO MOSTRA COMO OS LIDERES ESQUERDISTA AMAM A DESIGUALDADE ENTRE ELES E SEUS LIDERADOS. O QUE O COMUNISMO FAZ É SOCIALIZAR A MISÉRIA A POBREZA ENQUANTO SEUS LIDERES NADAM EM DINHEIRO, A CÚPULA DO PT SABE BEM DISSO.

    Curtir

  3. Marco Alves Monteiro

    ” Depois da morte de sua morte”. Parabéns mais uma vez a PeTry e à nova direção da revista Veja por vandalizar a língua portuguesa e essa besteira pequeno-burguesa de texto correto.

    Curtir

  4. Jorge Iório

    Nao duvido. Todos esses ditadores de esquerda, tornaram-se milionarios. Ou bilionarios, como e o caso de Lula que, apesar de nao ser um ditador – seus planos eram conquistar o apoio popular como Hitler e implantar em nosso pais o regime bolivariano que nada mais do que uma outra forma do comunismo tradicional.

    Curtir

  5. Socialista, com o $$$$$ dos outros !!! rsrsrs

    Curtir

  6. Aqui no$$o$ governantes são pobres de dá dó, E O POVO RICO COM MORDOMIAS….

    Curtir

  7. Micky Oliver

    ESSA É A ESQUERDA CAVIAR LIXO! ELES RICOS E O POVO NA M#RDA!

    Curtir

  8. Comunista igual ao Lula e ao Dirceu.

    Curtir

  9. Carlos Marques

    O único comunista pobre que já houve foi Luís Carlos Prestes. Mas, também, dizem que não era nenhum Einstein…

    Curtir

  10. Geldes Ronan Passos

    De fato, algumas parcerias regionais podem ter turbinado o enriquecimento do ditador. Qualquer “coincidência cronológica” não terá sido mera coincidência.

    Curtir