Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Forças pró-governamentais da Somália anunciam tomada de Afgoye

O exército somali e as tropas da União Africana (UA) anunciaram nesta sexta-feira ter tomado um novo bastião das mãos dos islamitas shebab, o da cidade de Afgoye, situada 30 km a noroeste de Mogadíscio.

“Cruzamos o rio Shabel e estamos em Afgoye, controlamos a cidade”, declarou por telefone à AFP Paddy Ankunda, porta-voz da força da UA na Somália (Amisom). “Há tiros dispersos, mas as coisas estão essencialmente tranquilas”, acrescentou.

Afgoye é um ponto de cruzamento chave que se abre em direção ao norte, ao oeste e ao sul da Somália. Mais de 40 mil pessoas deslocadas seguiam vivendo no início do ano entre Afgoye e Mogadíscio, depois de fugir dos combates, da seca e da fome de outras partes da Somália.

“Lutamos desde terça-feira para alcançar nosso objetivo e conseguimos”, acrescentou o coronel Ankunda. “Os shebab abandonam a cidade, estão fugindo ao campo. Controlamos todos os cruzamentos dos arredores de Afgoye”.

A tomada de Afgoye significa uma nova derrota para os shebab, que já tiveram que abandonar Mogadíscio, e enfrentam a pressão de uma ofensiva militar regional no resto do centro e do sul do país, onde os exércitos etíopes e quenianos operam desde o fim de 2011.

As Nações Unidas expressaram sua preocupação pelos deslocados na região de Afgoye e convocaram ambas as partes a evitar vítimas civis.