Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Forças iraquianas entram em Falluja, reduto do EI

Em resposta, o Estado Islâmico matou ao menos 13 pessoas em dois atentados na capital Bagdá

As tropas iraquianas entraram nesta segunda-feira por três frentes em Falluja, um reduto do grupo extremista Estado Islâmico (EI), 50 km ao oeste de Bagdá, informaram comandantes militares.

“As forças iraquianas entraram em Falluja com a cobertura aérea da coalizão internacional, da força aérea iraquiana e da aviação do exército, além do apoio da artilharia e de tanques”, disse o comandante Abdelwahab al-Saadi, que está à frente da operação. “As forças do Serviço Antiterrorismo (CTS), da polícia (da província) de Al-Anbar e do exército iraquiano começaram a entrar em Falluja às 4h (22h de Brasília, domingo), a partir de três posições”, completou.

Leia também:

Comandante do EI morre em ataques dos EUA em Falluja

Coalizão internacional promove ofensivas contra redutos do EI no Iraque e na Síria

Iraque: situação de civis em Falluja preocupa ONU

O envolvimento das forças de elite antiterroristas marca o início da fase urbana da ofensiva. Ao longo da semana, as tropas iraquianas intensificaram o cerco da cidade, assumindo o controle dos vilarejos e das zonas rurais próximas.

Apenas alguns civis conseguiram fugir durante o cerco. A ONU calcula que 50.000 pessoas permanecem na cidade, sem acesso a alimentos, água potável e medicamentos.

O EI, que em junho de 2014 proclamou um “califado” entre o Iraque e a Síria, controla três grandes cidades: Falluja e Mossul no Iraque e Raqqa na Síria, proclamada “capital” do califado.

Retaliação – Pelo menos treze pessoas foram mortas nesta segunda-feira e dezenas ficaram feridas em dois ataques em bairros de maioria xiita de Bagdá, capital do Iraque, reportou a rede britânica BBC. Os ataques foram reivindicados pelos terroristas do EI em resposta à ofensiva iraquiana em Falluja.

A explosão de um carro-bomba estacionado próximo a um mercado popular no bairro de Al Shaab, no nordeste da cidade, deixou onze mortos e 22 ficaram feridos e destruiu várias lojas. No distrito de Cidade de Sadr, no leste da capital, duas pessoas morreram após a detonação dos explosivos em uma moto perto de uma loja.

Ataque a bomba no distrito xiita de Shaab em Bagdá, no Iraque

Ataque a bomba no distrito xiita de Shaab em Bagdá, no Iraque (VEJA)

(Com AFP)