Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Incêndio já desalojou 20.000 moradores na Califórnia

Fogo começou na sexta-feira e, apesar do trabalho de quase 1.600 bombeiros, apenas 10% das chamas foram contidas

O incêndio no Vale de Santa Clarita, no estado americano da Califórnia, já arrasou mais de 13.400 hectares (134 quilômetros quadrados) e provocou a retirada de pelo menos 20.000 moradores, segundo dados divulgados nesta segunda-feira por autoridades do Condado de Los Angeles.

A fumaça e as cinzas já chegaram a áreas de Beverly Hills, West Hollywood e Santa Monica (a 50 quilômetros ao sul da origem do fogo), e obrigaram o condado a alertar sobre a qualidade do ar.

O fogo começou na tarde da sexta-feira e se alastrou rapidamente. Apesar do trabalho de quase 1.600 bombeiros, apenas 10% das chamas foram contidas. As chamas ameaçam 200 estruturas comerciais e já destruíram 18 imóveis nas áreas de Bear Divide e Sand Canyon.

LEIA TAMBÉM:
Polícia dos EUA descarta terrorismo em tiroteio na Flórida

Em entrevista coletiva dada no fim de semana, o supervisor do Condado de Los Angeles, Michael Antonovich, falou sobre a gravidade da situação e explicou que o incêndio se alastrou velozmente pelo “calor excessivo, a baixa umidade e o terreno acidentado”. Além disso, a severa seca vivida há anos na Califórnia contribui para que o fogo se propague.

De acordo com o jornal local Los Angeles Times, espera-se que nesta segunda o vento diminua, as temperaturas caiam e a umidade aumente, condições que poderiam beneficiar o controle das chamas.

No domingo, o fogo provocou o fechamento de vários trechos da Estrada 14 que, posteriormente, foram liberados. Além disso, uma pessoa morreu no fim de semana no Iron Canyon Road. Ainda não se sabe a identidade da vítima nem a causa da morte, embora os investigadores descartem indícios de ato criminoso.

(Com EFE)