Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filme sobre morte de Bin Laden sai 2 dias antes de eleições

O produtor de Hollywood Harvey Weinstein é um defensor conhecido do Partido Democrata - e arrecada fundos para a campanha do presidente Barack Obama

O produtor de Hollywood Harvey Weinstein, que arrecada fundos para a campanha de Obama, lançará dois dias antes das eleições presidenciais de 6 de novembro o primeiro filme de ficção sobre o ataque que levou à morte de Osama bin Laden, em maio de 2011. SEAL Team Six: The Raid on Osama bin Laden (Seal Equipe Seis: O Ataque a Osama bin Laden, tradução livre) tem estreia prevista para 4 de novembro, anunciou o canal National Geographic.

Segundo o canal, o filme dirigido por John Stockwell “fala a todos os americanos”. No trailer, divulgado nesta sexta-feira, os personagens dizem frases como: “Nós vamos ser a equipe que vai acabar com Osama” e “o presidente dos Estados Unidos coloca sua Presidência em jogo nesta missão”.

Assista ao trailer a seguir (vídeo em inglês):

Obama deu pessoalmente o sinal verde à missão do comando de elite dos seals que matou o líder da rede terrorista Al Qaeda, em seu esconderijo em Abbottabad, no Paquistão. “A representação dos acontecimentos daquela noite é comovente, para não dizer mais”, diz Weinstein. “Acho que o público vai ser tão cativado quanto eu fui do princípio até ao fim”, acrescentou. “Estou muito orgulhoso, como cidadão americano, por desempenhar um papel nesse episódio incrível da história recente dos EUA.”

Weinstein, produtor de filmes como O Paciente Inglês, O Artista e o último Rambo, é um defensor conhecido do Partido Democrata. Ele organizou em agosto, em sua casa à beira-mar em Westport, Connecticut, uma arrecadação de fundos para Barack Obama em um jantar para 50 pessoas, segundo informação da revista The Hollywood Reporter.

Nicholas Chartier, produtor do filme Guerra ao Terror, que levou o Oscar de melhor filme em 2010 – além de outras cinco estatuetas – produzirá SEAL Team Six para seu posterior lançamento nos cinemas.

Leia também:

Leia também: Militar desmonta versão oficial da morte de Bin Laden

(Com agência France-Presse)