Fantasiado de Coringa, homem é preso nos Estados Unidos

Lei do estado de Virgnia proíbe ocultação da identidade por meio de máscara, capa ou outros dispositivos. A pena pode chegar a cinco anos de prisão

Um homem foi preso na tarde da última sexta-feira, em Winchester, no estado de Virginia, nos Estados Unidos, acusado de estar “mascarado” em público. Pode parecer brincadeira, mas a intenção de ocultar a identidade é um ato ilegal no estado.

O Departamento de Polícia de Winchester recebeu várias ligações sobre um homem suspeito que andava pelas ruas da cidade com o rosto pintado igual ao do personagem Coringa (vilão do filme Batman) e usando capa preta enquanto carregava uma espada. Jeremy Putman, de 31 anos, está detido no Departamento de Polícia de Winchester.

Segundo a polícia da cidade, Putman é acusado de cometer um crime de nível 6, cuja pena pode chegar a cinco anos de prisão. A fiança para esse tipo de infração é de 2.000 dólares (aproximadamente 6.200 reais).

De acordo com o item 18.2-422 do Código de Virginia, “é ilegal que qualquer pessoa com mais de 16 anos de idade, com a intenção de ocultar sua identidade, use qualquer máscara, capa ou outro dispositivo”.

Não se aplicam a essa proibição, ainda segundo a lei do estado, pessoas vestidas de trajes tradicionais de férias, pessoas que exerçam profissões que necessitem de máscaras de proteção em virtude de segurança física do trabalhador, a pessoa envolvida em qualquer produção teatral ou o cidadão que use máscara, capuz ou outro dispositivo por razões médicas.