Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Heróis’ prendem homem que ameaçou explodir avião em Melbourne

O responsável pelo incidente tentou invadir a cabine do piloto em um voo da Malaysia Airlines; a suposta bomba, no entanto, era falsa

Um homem anunciou uma falsa ameaça de bomba e tentou invadir a cabine do piloto em um voo da Malaysia Airlines de Melbourne, na Austrália, para Kuala Lumpur, na Malásia, nesta quarta-feira. Segundo testemunhas, alguns passageiros e membros da tripulação do voo MH128 foram considerados ‘heróis’ após conseguirem conter o indivíduo e amarrá-lo com cintos de segurança até o avião pousar.

Após a confusão, o voo retornou ao Aeroporto Tullamarine, em Melbourne, e o homem foi detido por seguranças, disse a Malaysia Airlines, que ainda se recupera de dois grandes acidentes aéreos nos últimos anos. A empresa enfatizou em um comunicado que o avião não chegou a ser sequestrado em nenhum momento.

Arif Chaudhery, que estava a bordo do voo MH128, contou que após a decolagem o passageiro atacou uma tripulante, que gritou pedindo ajuda. “Alguns passageiros e tripulantes agarraram o homem e o atiraram no chão”, relatou Chaudhery, acrescentando que cintos de segurança foram usados para atar as mãos do homem. “Tivemos muita sorte. Poderia ter sido pior”, completou.

O responsável pelo incidente foi identificado pela polícia como um homem de 25 anos do Sri Lanka, que havia sido liberado de uma instalação psiquiátrica em Melbourne na própria quarta-feira. Inicialmente, as autoridades tratavam o caso como um possível ato de terrorismo, mas logo determinaram que era “um caso envolvendo uma questão de saúde mental”, segundo o chefe da polícia, Graham Ashton.

Segundo a Malaysia Airlines, os passageiros que foram prejudicados pelo incidente foram realocados em próximos voos disponíveis de outras companhias aéreas.

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Reinaldo Favoreto

    isso é preconceito com loucos, os loucos tem direito de explodir tudo. ops, não, não, politicamente correto é retardado

    Curtir