Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Exército sírio faz ofensiva contra ‘capital’ do Estado Islâmico

Tropas do regime de Bashar Assad chegaram ao limite da província de Raqqa, no norte do país. Grupo terrorista agora é combatido em quatro frentes na Síria e no Iraque

Tropas da Síria chegaram neste sábado ao limite da província de Raqqa, no norte do país. A área é apontada como a capital na prática do Estado Islâmico, grupo combatido agora em quatro frentes na Síria e no vizinho Iraque.

O Estado Islâmico, que controla grandes porções de território nos dois países, enfrenta as tropas sírias, os combatentes apoiados pelos Estados Unidos e militantes da oposição no norte da Síria. Além disso, luta com as forças do governo iraquiano em Falluja.

LEIA TAMBÉM:

Bombardeios deixam dezenas de mortos em Aleppo

O governo sírio não tinha presença em Raqqa desde agosto de 2014, quando o Estado Islâmico capturou a base aérea de Tabqa e matou vários soldados do governo. A capital provincial, Raqqa, tornou-se uma base para os militantes.

O Observatório Sírio pelos Direitos Humanos, grupo que monitora o conflito sirio, afirmou que as tropas sírias atingiram a “fronteira administrativa” da província de Raqqa, com o auxílio de ataques aéreos da Rússia. Segundo a entidade, durante três dias de confrontos morreram 26 membros do grupo extremista e nove soldados das forças pró-governo.

O Observatório não comentou sobre números ou armas, mas informou que pelo menos 26 militantes do Estado Islâmico foram mortos, assim com nove da Síria e de forças aliadas.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)