Ex-secretário de Estado Colin Powell: ‘Trump é vergonha nacional’

Cerca de 30.000 e-mails do ex-secretário de Estado foram hackeados e divulgados

O candidato republicano à presidência americana, Donald Trump, é uma “vergonha nacional” e um “pária internacional”, segundo o ex-secretário de Estado Colin Powell, que teve e-mails hackeados e divulgados nesta quarta-feira pelos sites Buzzfeed e The Intercept.

Trump está “destruindo a si mesmo, sem necessidade de ataques dos democratas”, escreveu o ex-secretário de Estado de George W. Bush em 17 de junho a uma jornalista e ex-colaboradora, Emily Miller, segundo estas mensagens obtidas pelo DCleaks, grupo anônimo que divulga e-mail hackeados de militares e políticos americanos. “Trump é uma vergonha nacional e um pária internacional”, escreveu Powell à jornalista.

LEIA TAMBÉM:
Fundação Trump é investigada pela procuradoria de Nova York
Apoiadores de Trump dizem que Hillary usou dublê após mal-estar
Ideias “loucas” de Trump devem ser desafiadas, diz Obama

Powell, secretário de Estado entre 2001 e 2005, general e chefe do Estado-Maior Conjunto entre 1989 e 1993, confirmou a autenticidade destas mensagens eletrônicas à rede de televisão NBC. Um total de 30.000 e-mails hackeados do general Powell teriam sido entregues por hackers ao DCleaks.

Servidor privado de Hillary

Alguns de seus e-mails também abordam criticamente o episódio dos e-mails de Hillary Clinton enviados de seu servidor privado. “É triste. HRC [Hillary Rodham Clinton] poderia ter terminado com isso tudo há dois anos dizendo a todos honestamente o que havia feito, e não me envolver no assunto. Disse três vezes à sua equipe não tentasse esta manobra”, escreveu em 28 de agosto.

Pessoas próximas a Hillary vêm repetindo nos últimos meses que Powell também havia usado uma conta pessoal quando era secretário de Estado para minimizar a utilização por Hillary de uma conta de e-mail de um servidor privado.

(Com AFP)