Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EUA: deputado antiaborto pediu para amante encerrar gravidez

Tim Murphy é conhecido em todo o país por suas opiniões contrárias ao aborto e agora está sendo acusado de hipocrisia

Um deputado republicano dos Estados Unidos, conhecido por sua luta contra o aborto, pediu que sua amante fizesse o procedimento para acabar com uma gravidez em janeiro deste ano. A informação foi revelada pelo jornal Pittsburgh Post-Gazette, que teve acesso a mensagens privadas trocadas por Tim Murphy e a psicóloga Shannon Edwards.

Segundo o jornal, Edwards mandou uma mensagem para o deputado no dia 25 de janeiro criticando sua atitude. “Você não teve nenhum problema em postar suas opiniões pró-vida em todos os lugares e não se importou em me pedir para abortar nosso filho na semana passada, quando achou que essa era uma das opções”, escreveu a psicóloga.

Em resposta, Murphy afirmou que as postagens em suas redes sociais e outros meios de comunicação sobre a campanha contra a realização de abortos são feitas por seus assessores, e não por ele. “Entendo o que você quer dizer sobre as minhas mensagens a favor da vida. Mas não fui eu quem escreveu. Foi a minha equipe. Eu li e estremeci. Falei para eles não fazerem mais isso”, escreveu.

No final das contas, Shannon Edwards não estava grávida e não realizou o procedimento. Ainda assim, Murphy é conhecido em todo o país por suas opiniões contrárias ao aborto, e a revelação das mensagens despertou uma série de acusações de hipocrisia. Ele faz parte do Caucus Pró-Vida da Câmara dos Deputados e recebeu doações da LifePAC, uma organização que também apoia a causa pró-vida.

Mesmo dois dias após a troca de mensagens com sua amante, uma newsletter distribuída por e-mail pelo escritório do deputado ainda tratava da campanha antiaborto. Murphy e sua equipe não quiseram se pronunciar sobre o assunto.

Além das mensagens, o Pittsburgh Post-Gazette também revelou uma série de outros documentos que comprometem o deputado. Entre eles está o relato da sua antiga chefe de gabinete, Susan Mosychuk, que acusou Murphy de maltratar e ameaçar os funcionários de seu escritório com frequência.

O relacionamento extraconjugal entre Tim Murphy e Shannon Edwards se tornou público nos últimos meses, durante o processo de divórcio da psicóloga.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. paulo cesar gaspar

    “Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço…”

    Curtir