Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estudante que atirou em colega nos EUA responderá a processo como adulto

O jovem atirador, que segundo seu pai sofria bulling na escola, postou no Facebook pouco antes de sair de casa

Robert Wayne Gladden Jr., de 15 anos, suspeito de atirar e ferir gravemente um colega no primeiro dia de aulas da escola Perry Hall High School, em Baltimore, nos Estados Unidos, foi acusado de tentativa de homicídio em primeiro grau e agressão e responderá ao processo judicial como adulto, informaram autoridades policiais americanas nesta terça-feira. Uma audiência preliminar foi marcada para 7 de setembro.

O crime deixou o estudante Daniel Borowy , de 17 anos, ferido. A vítima, que teria reagido ao ataque, como aponta a imprensa local, está internada no Centro de Trauma da Universidade de Maryland. Seu estado de saúde é crítico e a extensão de seus ferimentos não foi revelada.

O jovem atirador, que segundo seu pai sofria bulling na escola, postou no Facebook pouco antes de cometer o crime.

A polícia acredita que o agressor escolheu sua vítima aleatoriamente, como explicou outra porta-voz da polícia, Julia Hardgrove, na segunda-feira. Ela ainda informou que outros estudantes sofreram ferimentos leves.

O tiroteio ocorreu pouco antes do meio-dia (horário de Brasília), na Perry Hall High School, frequentanda por mais de 2.200 alunos e eleita uma das melhores escolas de ensino médio do país pela revista Newsweek em 2010.

Leia mais: Os ataques mais violentos dos EUA nos últimos 20 anos

(Com agências Reuters e France-Presse)