Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Erdogan lamenta morte de 35 civis curdos em bombardeio

O primeiro-ministro turco, Recep Tayip Erdogan, lamentou nesta sexta-feira a morte de 35 traficantes curdos em um bombardeio da aviação turca na quarta-feira à noite, ao foram confundidos com separatistas curdos na fronteira turco-iraquiana, e afirmou que uma investigação deve esclarecer o incidente.

“O resultado é lamentável e doloroso”, ressaltou Erdogan, que apresentou diante da imprensa suas condolências aos parentes das vítimas.

Organizações curdas convocaram uma mobilização contra o governo da Turquia nesta sexta-feira, dia dos funerais das vítimas do bombardeio da força aérea na fronteira iraquiana.

Autoridades locais e o vice-presidente do partido no poder em Ancara, Hüseyin Celik, indicaram que as vítimas eram contrabandistas que, com mulas e burros, transportavam cigarros entre Iraque e Turquia.