Em 1ª Missa do Galo, Francisco pede a fiéis que trilhem o caminho da luz

Pontífice lembrou os excluídos e pediu a fiéis que evitem o egoísmo em sua primeira celebração de Natal, diante de uma Basílica de São Pedro lotada

O papa Francisco celebrou na noite desta terça-feira a primeira Missa do Galo do seu pontificado, com uma mensagem para que as pessoas deixem de lado o orgulho e o egoísmo e abram seus corações a Deus e a seus semelhantes. Diante de uma Basílica de São Pedro lotada, e com o auxílio de trinta cardeais, quarenta bispos, 250 sacerdotes e 14 diáconos, o sumo pontífice fez uma breve homilia, dizendo que o homem pode escolher entre as trevas e a luz.

Leia também:

Papa Francisco e Bento XVI rezam juntos em encontro de Natal

Papa Francisco é eleito personalidade do ano pela ‘Time’

Papa pede à Cúria Romana que evite ‘fofocas’ no trabalho

“Se amamos a Deus e a nossos irmãos, caminhamos na luz, mas, se nosso coração está fechado, se prevalece em nós o orgulho, a mentira, a busca do interesse próprio, a escuridão desde dentro de nós e à nossa volta”. Citando o apóstolo João, o pontífice disse que “aquele que odeia seu irmão, caminha nas trevas e não sabe aonde vai, porque as trevas lhe cegaram os olhos”. Em seguida, Francisco fez um chamado: “Nesta noite, enquanto o espírito das trevas envolve o mundo, se renova o acontecimento que sempre nos assombra surpreende: o povo vê uma grande luz. Uma luz que nos faz refletir sobre o mistério de caminhar e de ver”.

Excluídos – Jesus veio para livrar-nos da escuridão e nos trazer a luz, acrescentou o papa, homenageando os excluídos ao dizer que “os pastores foram os primeiros que receberam o anúncio do nascimento de Jesus, porque eram os últimos, os marginalizados”. “Nesta noite, vamos dividir a alegria do Evangelho. Deus nos ama. Nos ama tanto que nos deu seu filho para ser nosso irmão, para ser a luz em nossa escuridão. Para nós, o Senhor repete “não tema”. E eu também repito: não tema”. Francisco acrescentou que “nosso Pai é paciente e sempre perdoa. Ele é nossa paz e nossa luz”.

Em seu perfil no Twitter, o papa Francisco deixou uma mensagem no domingo alertando que “muitas vezes, o Natal é uma festa rumorosa: far-nos-á bem estar um pouco em silêncio, para ouvirmos a voz do Amor”. A mensagem desta terça foi: “Vem o Senhor. Aguardemo-Lo de coração aberto!”

Nesta quarta-feira, às 9 horas (de Brasília), o papa Francisco dará a benção ‘Urbi et Orbi’ (à cidade de Roma e ao mundo todo). Será a segunda de seu pontificado; a primeira benção foi dada na Páscoa. No dia 31 de dezembro, Francisco celebrará a missa de ação de graças e no dia seguinte presidirá a Missa de Ano Novo, para marcar o Dia Mundial da Paz.

(Com agências Reuters e EFE)