Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dezesseis anos depois, EUA identificam morto no 11 de Setembro

Quase 3000 pessoas morreram depois que um grupo de terroristas sequestrou quatro aviões nos Estados Unidos

Passados 16 anos do ataque, autoridades de Nova York identificaram os restos mortais de uma vítima do atentado de 11 de Setembro.

A pedido da família, o nome da vítima — do sexo masculino — não será divulgado, informou o Instituto Médico Legal da cidade.

Na tragédia, 2.977 pessoas morreram depois que um grupo de terroristas da Al Qaeda (organização fundada por Osama bin Laden) sequestrou e lançou dois aviões contra as Torres Gêmeas do World Trade Center e um contra o Pentágono, em Washington. Uma quarta aeronave acabou não atingindo o alvo e caiu em um campo aberto na Pensilvânia.

Até agora, foram identificados os restos mortais — fragmentos ósseos em sua maioria — de 1.641 pessoas.

Essa última identificação foi a primeira em mais de dois anos, segundo o jornal The New York Times.

“Esse trabalho em curso é vital, porque, com cada nova identificação, temos condições de trazer respostas às famílias afetadas por uma tremenda perda”, disse ao NYT a médica-legista-chefe, Barbara Sampson.

(Com AFP)