Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Democrata e republicano invertem papéis em debate de vices

O senador democrata Tim Kaine e o governador de Indiana Mike Pence se enfrentaram no primeiro e único debate dos vice-candidatos à Presidência dos EUA

O democrata Tim Kaine e o republicano Mike Pence inverteram os papéis de seus colegas de chapa no primeiro e único debate entre os candidatos à vice-presidência dos Estados Unidos, realizado nessa terça-feira, em Farmville, Virgínia. Ao contrário do encontro entre Hillary Clinton e Donald Trump, foi Kaine que insistiu em interromper o adversário, enquanto Pence usou a calma para compensar a reputação de “estressado” de Trump.

O magnata republicano foi um dos assuntos mais falados da noite, uma vez que Kaine usou suas declarações polêmicas, como os comentários ofensivos sobre mexicanos, para atacar Pence. “Não consigo imaginar como o governador Pence pode defender o estilo egoísta e guiado por insultos de Donald Trump”, comentou o senador democrata. “Você está novamente com essa coisa mexicana”, minimizou Pence.

Outro foco do debate, que foi dividido em nove segmentos de dez minutos cada, foi a política externa. As relações de Trump com a Rússia e o papel de Clinton no comando da diplomacia americana ocuparam grande parte da agenda. “A situação que estamos vendo agora na Síria é o resultado da fracassada política externa que Hillary Clinton ajudou a criar e dirigir nesta administração”, acusou Pence.

Leia também:
Quem é Mike Pence, o vice escolhido por Trump?
Tim Kaine, o vice “sem graça” de Hillary Clinton
Hillary abre pequena vantagem sobre Trump após debate

O governador republicano também tocou no tema de Rússia e Ucrânia, dando munição para Kaine contra-atacar com os elogios públicos feitos por Trump ao presidente russo, Vladimir Putin. “Os senhores amam a Rússia. Ambos disseram que Putin é melhor líder que o presidente Barack Obama”, interrompeu o senador democrata.

Quem venceu?

O tom menos agressivo de Pence e sua estratégia de não tentar justificar as afirmações de Trump, mas abordar os temas de outra perspectiva, fez com que a maioria dos analistas americanos tenham lhe considerado vencedor do debate. Em um levantamento da rede CNN, 48% dos entrevistados consideraram Pence o vencedor, contra 42% de Kaine. Por outro lado, o fato de não defender Trump com unhas e dentes pode causar conflitos internos na chapa e assombrar o republicano a longo prazo.

(Com EFE)