David Rockefeller, bilionário filantropo, morre aos 101 anos

O banqueiro era o bilionário mais velho do mundo e o último membro vivo do clã Rockefeller, um dos principais nomes do capitalismo

O banqueiro bilionário David Rockefeller, influente filantropo e neto do fundador da dinastia Rockefeller, morreu nesta segunda-feira aos 101 anos, confirmaram familiares. O porta-voz da família, Fraser P. Seitel, informou à imprensa americana a morte de David, enquanto dormia, em sua casa em Pocantico Hills, no estado de Nova York.

O famoso banqueiro presidiu durante anos o Chase Manhattan Bank, comandado por sua família durante mais de uma década, e foi fundador da Comissão Trilateral, considerada uma das organizações privadas mais influentes do mundo. Nascido em Nova York em 12 de junho de 1915, David era o último sobrevivente de sua geração dentro do clã Rockefeller, um dos grandes nomes do capitalismo.

John D. Rockefeller, seu avô, ainda é considerado o americano mais rico de todos os tempos e a pessoa mais rica da história moderna. Horas antes da notícia da morte do banqueiro, a revista Forbes atribuía a David Rockefeller, o mais novo dos seis filhos de John D. Rockefeller Jr., uma fortuna de 3,3 bilhões de dólares (10 bilhões de reais).

Com estudos em Harvard e Londres e doutorado em Ciências Econômicas pela Universidade de Chicago, Rockefeller entrou em 1942 como voluntário no exército e foi funcionário de inteligência na Argélia e ajudante do adido militar em Paris, onde foi nomeado capitão em 1945.

No ano seguinte, David começou a trabalhar como gerente adjunto do departamento internacional do Chase Manhattan Bank, uma das maiores entidades financeiras de Nova York e, em 1955, foi nomeado vice-presidente executivo, antes de passar a ocupar a presidência em 1961. Depois de assumir a iniciativa de sua expansão internacional, em 1981, quando tinha 65 anos, deixou o cargo no Chase Manhattan Bank.

Como filantropo, Rockefeller se destacou por seu apoio às artes e por financiar a criação do Rockefeller Center, o Museu de Arte Moderna de Nova York, a Universidade Rockefeller e a construção do World Trade Center, entre outros. Além disso, reuniu uma das mais valiosas coleções de arte do planeta, com obras de Pablo Picasso, Paul Cézanne e Henri Matisse.

Nos últimos anos, apesar da avançada idade, Rockefeller manteve sempre uma vida muito ativa, com várias viagens e aparições públicas.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marco Aurélio Canevari

    O ministro está correto porque nem todo produto é podre. Isso vai causar dano significativo na balança comercial brasileira. E também é muita autoridade para a PF. Qualquer agente ganha muito mais que se paga a profissionais de putras áreas que inclusive salvam vidas diariamente. Poder demais é perigoso. Apurar tudo, mas com cautela.

    Curtir

  2. Ok Marco, mas o que isso tem a ver com o Rockefeller?

    Curtir

  3. Elias Torres

    Surtou Marcos? O assunto aqui é David Rockefeller.

    Curtir

  4. Helio Carneiro

    DEUS ME PERDOE MAIS L MUNDO FICA MUITO MELHOR SEM ESSE PATIFE ACREDITEM!

    Curtir

  5. Se alguém souber que comente, mas o que ele fez de bom ao mundo, tendo tanto dinheiro? Há uma corrente que diz que ele prejudicou, não ajudou.

    Curtir

  6. Ulysses Freire da Paz

    David Rockefeller, foi um dos maiores financiadores do aborto no mundo Aborto é filicídio.

    Peixoto Gomide, um filicida, é nome de rua em São Paulo.

    Curtir