Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cuba convoca coletiva em meio a boatos de que Fidel teria morrido

O Centro de Imprensa de Havana confirmou o evento, mas não especificou o motivo e nem o horário

O governo de Cuba convocou uma coletiva de imprensa para esta sexta-feira em meio a boatos de que Fidel Castro teria morrido. Não há informações sobre o motivo da convocação e nem sobre o horário em que o evento ocorrerá. De acordo com o jornal Diario de Cuba, a informação foi confirmada pelo Centro de Imprensa de Havana, mas detalhes não foram revelados.

Leia também

EUA não vai divulgar os nomes dos presos políticos libertados em Cuba

Dissidência cubana denuncia novas detenções de ativistas

A publicação também cita o ex-governador e ex-deputado José Briceño, que afirma ter notícias do retorno de militares cubanos lotados na Venezuela para Havana, seguindo ordem de superiores. Até o momento, contudo, não há informações oficiais sobre a possível morte de Fidel Castro. Boatos do tipo já foram criados anteriormente, sem que o ditador tivesse realmente morrido.

Os rumores são fortalecidos pela ausência de Fidel Castro em eventos importantes, como na chegada de três espiões cubanos libertados pelos Estados Unidos em dezembro. O ex-ditador não fez nenhum pronunciamento sobre o restabelecimento de relações diplomáticas entre Havana e Washington. O atual ditador de Cuba, Raúl Castro, também não celebrou o aniversário da Revolução Cubana, como era de praxe em seu regime.

Leia mais

Cuba prende ativistas e cria primeiro atrito com os EUA após reconciliação

EUA anunciam aproximação histórica de Cuba

(Com Estadão Conteúdo)