Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Costa Cruzeiros apresenta plano de remoção de navio

Empresa levará um ano para rebocar Costa Concordia de costa italiana

A Costa Cruzeiros apresentou nesta sexta-feira, em parceria com o consórcio Titan-Micoperi, o projeto de plataforma que será usado para remover o navio Costa Concordia da costa da ilha de Giglio, onde ele naufragou em janeiro deste ano. O plano foi divulgado um dia após o capitão do navio, Francesco Schettino, ser considerado ‘inapto’ para comandar o cruzeiro.

Entenda o caso

  1. • O navio Costa Concordia viajava com mais de 4.200 pessoas a bordo quando bateu em uma rocha junto à ilha italiana de Giglio, na noite do dia 13 de janeiro.
  2. • A colisão abriu um grande buraco no casco do navio, que encheu de água, encalhou em um banco de areia e virou.
  3. • 17 mortos foram confirmados até agora.
  4. • Os trabalhos de buscas são coordenados com a tarefa de retirar as 2.400 toneladas de combustível do navio, sob o risco de contaminação da área do naufrágio.

Leia mais no Tema ‘Naufrágio Costa Concordia’

Foram apresentadas imagens feitas com projeções sobre fotografias para mostrar como o enorme transatlântico será virado e, então, removido. A operação custará 300 milhões de dólares e a primeira fase começa já na próxima semana, com a instalação de 60 estacas que darão base à remoção.

Depois, serão instalados uma plataforma subaquática e dois guindastes para endireitar a embarcação. A água será retirada do navio e, finalmente, ele será rebocado. Prevê-se que a tarefa será concluída até fevereiro de 2013.