Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte reclama na ONU de comédia sobre Kim Jong-un

Para o regime comunista, americanos estão promovendo o terrorismo

Não contente em esbravejar contra uma comédia hollywoodiana sobre um complô para matar Kim Jong-un, a Coreia do Norte decidiu apresentar uma reclamação formal à ONU. Na carta endereçada ao secretário-geral Ban Ki-moon, o regime comunista acusa os Estados Unidos de promover o terrorismo.

“Permitir a produção e distribuição de um filme como este, sobre o assassinato de um chefe de um Estado soberano, deve ser visto como o mais claro patrocínio do terrorismo e também como um ato de guerra”, afirma o texto assinado pelo embaixador da Coreia do Norte na ONU, Já Song Nam.

A carta tem data de 27 de junho, mas só foi divulgada nesta semana. O nome do filme, The Interview, não é mencionado, mas o texto fala de um complô que “envolve insultos e o assassinato do líder supremo”.

É bom lembrar que a ditadura dos Kim rechaça as críticas das Nações Unidas aos abusos de direitos humanos no país e desafia as sanções impostas ao seu programa nuclear. Mesmo assim, o governo achou válido registrar suas ameaças contra os EUA por causa de uma comédia.

Leia também:

Dia 8 de julho é proibido sorrir na Coreia do Norte

A aposta de Pyongyang contra a Coreia do Sul: animadoras de torcida

Coreia do Norte faz disparos perto de navio militar sul-coreano

“As autoridades dos Estados Unidos deveriam tomar ações imediatas e apropriadas para banir a produção e distribuição do filme, caso contrário serão totalmente responsáveis por encorajar e patrocinar o terrorismo”, afirma a carta.

A retórica é a mesma dos comunicados divulgados pela imprensa estatal no final de junho, com declarações do Ministério das Relações Exteriores do país – que foram respondidas com ironia pelo ator Seth Rogen, um dos protagonistas da comédia: “As pessoas normalmente não querem me matar por causa de um dos meus filmes, mesmo depois de pagarem 12 dólares para vê-los”.

Em The Interview, Rogen faz o produtor de um talk show apresentado por James Franco. Ao saber que Kim Jong-un é fã do programa, eles resolvem viajar até Pyongyang para entrevistá-lo. A CIA fica sabendo dos planos e resolve recrutar os dois para matar o ditador. A comédia tem lançamento previsto para outubro.

(Com agência Reuters)