Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Convenção Democrata inicia em meio à polêmica de e-mails

O evento deve confirmar Hillary Clinton como representante do Partido Democrata nas eleições de 8 de novembro

A convenção nacional do Partido Democrata começa nesta segunda-feira e deve confirmar a ex-secretária de Estado, Hillary Clinton, como rival de Donald Trump na corrida pela Casa Branca. Assim como o evento republicano, o comício na Filadélfia parece diferente de anos anteriores, já que deve mostrar mais protestos e polêmicas do que união partidária.

As forças de segurança locais preveem que mais de 35.000 manifestantes tomem as ruas da primeira capital dos EUA nos próximos quatro dias, enquanto os delegados democratas de todo o país se reúnem no centro de convenções Wells Fargo. Grande parte dos protestos esperados são em defesa do pré-candidato derrotado nas primárias, o senador Bernie Sanders.

A tensão entre os democratas se intensificou após a renúncia da presidente do partido Debbie Wasserman Schultz, que se envolveu em uma polêmica causada por um vazamento de e-mails pelo Wikileaks. Os documentos sugerem um suposto favorecimento de Clinton em detrimento de Sanders por parte de líderes democratas durantes as prévias do partido.

Entre as presenças esperadas para os próximos dias de convenção está o atual presidente, Barack Obama, que deve proferir um discurso na quarta-feira em apoio a sua ex-secretária de Estado. A primeira-dama, Michelle Obama, também irá falar no evento, assim como vice-presidente Joe Biden. Outras figuras confirmadas são o ex-presidente e marido de Hillary, Bill Clinton, além da filha do casal, Chelsea.

Leia também:
Como Trump e Hillary irão tratar a América Latina (e o Brasil)?
Hillary apresenta vice: ‘É tudo o que Trump não é’
Confira 12 artistas que participarão da Convenção Democrata

Um dos momentos mais esperados na Convenção Democrata é o discurso de Bernie Sanders, que ocorrerá na noite de segunda-feira. O comício conta um grande número de apoiadores do senador, que postergou até o último minuto a desistência da corrida e o anúncio de seu apoio a Clinton.

Independentemente das divisões partidárias, o comício democrata entrará para história quando Hillary aceitar a nomeação na noite de quinta-feira, a última do evento. Ela irá se tornar a primeira mulher a ser indicada à presidência americana por um grande partido. Ao contrário da convenção republicana, o evento democrata deve contar com diversas celebridades para comemorar o marco de Clinton. As atrizes Eva Longoria, Lena Dunham e Demi Lovato são presenças confirmadas, além de um show com Lady Gaga e Lenny Kravitz.

Trump lidera

Uma nova pesquisa realizada pela CNN/ORC e divulgada nesta segunda-feira mostra o candidato republicano, Donald Trump, com 44% dos votos, contra 39% de Hillary Clinton. De acordo com o levantamento, esse é melhor desempenho do magnata desde setembro de 2015. Trump saiu fortalecido após a Convenção Republicana, que oficializou sua candidatura na semana passada.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Robson La Luna Di Cola

    Toda vez que um imigrante muçulmano dá uma facada, machadada, tiro, ou explode uma bomba na Europa e nos EUA, isso favorece o Trump. Ou quando um fugitivo da polícia, vindo do México, atravessa ilegalmente a fronteira e assalta uma loja ou um banco, e acaba matando alguém. Isso não para de acontecer. Por isso ele vai ganhar esta eleição.

    Curtir