Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contra Macron, líder da esquerda se candidata ao Legislativo

O candidato do partido França Insubmissa ficou em quarto lugar no primeiro turno das eleições presidenciais

O líder da esquerda radical francesa, Jean-Luc Mélenchon, anunciou nesta quarta-feira que será candidato nas eleições legislativas do mês de junho e que sua intenção é “combater incansavelmente” o presidente eleito, o centrista Emmanuel Macron. Em entrevista às emissoras RMC e BFMTV, Mélenchon afirmou que seu partido França Insubmissa “tem um programa e está disposto a governar”.

Mélenchon ficou de fora do segundo turno das eleições presidenciais, ao terminar a corrida em quarto lugar, com 19,58% dos votos. Em linha com sua postura de oposição, não quis declarar apoio expresso a Macron no último domingo. O candidato, porém, afirmou que votou no pleito e  pediu aos que o apoiaram no primeiro turno que não votassem na ultradireitista Marine Le Pen.

Depois da vitória de Macron, Mélenchon o criticou pela imagem “monárquica que quis dar” ao celebrar sua vitória no domingo, na Esplanada do Louvre, antigo palácio real. Quanto ao programa do presidente eleito, considerou que “o melhor é que não seja colocado em prática”.

Sobre a sua candidatura como deputado, Mélenchon declarou que “é bastante provável” que a apresente em qualquer distrito de Marselha, cidade em que terminou na primeira colocação no primeiro turno das eleições, com 24,82% dos votos, contra 23,66%, de Marine Le Pen e 20,44%, de Macron. O pleito para escolher os 577 membros da Assembleia Nacional acontece nos dias 11 e 18 de junho deste ano.

(Com EFE)