Casal Obama recebe Malala Yousafzai na Casa Branca

Jovem paquistanesa recebeu prêmio de direitos humanos nesta semana

O presidente Barack Obama, a primeira-dama Michelle e a filha mais velha do casal, Malia, receberam nesta sexta-feira na Casa Branca a jovem paquistanesa Malala Yousafzai. A família Obama agradeceu a jovem por seu “inspirador e apaixonado trabalho em favor da educação de meninas no Paquistão”.

Defensora do direito das meninas paquistanesas ao estudo, Malala foi baleada na cabeça no ano passado por um membro do Talibã. Nesta quinta-feira, ela recebeu o prêmio Sakharov de direitos humanos, uma das principais premiações da Europa. A garota, de 16 anos, era uma das favoritas ao Prêmio Nobel da Paz, que premiou nesta sexta-feira a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq), responsável por supervisar a destruição do arsenal químico da Síria.

Leia também:

Leia também: Malala diz que ganhou uma segunda vida após ataque

“Os Estados Unidos se juntam ao povo paquistanês e a tantos outros ao redor do mundo para celebrar a coragem de Malala e sua determinação em promover o direito de todas as meninas de irem à escola e realizarem seus sonhos”, disse um comunicado da Casa Branca.

Em 12 de outubro do ano passado, quando já dava entrevistas e aparecia na televisão defendendo o direito das crianças à educação, a adolescente recebeu um tiro na cabeça desferido por um membro da organização terrorista enquanto voltava para casa de ônibus. Sobreviveu ao atentado, recuperou-se e não recuou de suas convicções. Em julho deste ano, ao comemorar o décimo sexto aniversário, discursou na Assembleia de Jovens das Nações Unidas, em Nova York, e ressaltou que “livros e canetas são as armas mais poderosas”.

(Com agência Reuters)