Campanha de Trump rende-se aos fatos: Obama nasceu nos EUA

Em 2011, Trump propagou com força uma teoria da conspiração sem pé nem cabeça que defendia que o atual presidente americano tinha nascido em outro país

A campanha do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, informou em um comunicado nesta sexta-feira, que o magnata sabe que o presidente Barack Obama realmente nasceu nos EUA, depois que o próprio Trump se negou a reconhecer o fato em uma entrevista ao jornal The Washington Post (WP).

Em 2011, semanas antes de Obama publicar sua certidão de nascimento do Havaí, Trump propagou com força uma teoria da conspiração sem pé nem cabeça que defendia que o atual presidente americano tinha nascido em outro país, presumivelmente no Quênia. Sua oponente, a democrata Hillary Clinton, não desperdiçou a ocasião para alfinetá-lo.

Leia também
Trump, Bolsonaro ou Feliciano: quem disse essas frases?
Hillary e Trump estão empatados em pesquisa do ‘NYT’
Crise nas pesquisas: prever eleições está cada vez mais difícil

Poucos minutos depois, o porta-voz da campanha de Trump, Jason Miller, disse que o magnata “acredita que o presidente Obama nasceu nos Estados Unidos”. Miller atribuiu a Trump o mérito para que Obama divulgasse sua certidão de nascimento em 2011 e, além disso, culpou a equipe de Hillary de ser a primeira a levar questão à tona em 2008, quando os dois se enfrentavam nas primárias democratas.

No dia 30 de abril de 2011, durante o tradicional jantar anual com os correspondentes da Casa Branca, o presidente projetou em uma tela uma foto de sua certidão de nascimento no Havaí e pediu para o empresário “voltar a se concentrar nos assuntos que realmente importam”.

Leia mais
E ainda há quem acredite que Obama é muçulmano…

(Com agências EFE e Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Filipe P Goes

    Por que a teoria é sem pé nem cabeça, uma vez que a certidão de nascimento é comprovadamente falsa, de acordo com vários peritos? A Veja vem mesmo descendo ao nível Brasil 171.

    Curtir