Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cameron e Putin trataram sobre a Síria em reunião em Londres

Londres, 2 ago (EFE).- O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, conversaram nesta quinta-feira sobre a situação na Síria em reunião na Downing Street na primeira viagem do líder russo ao Reino Unido em sete anos.

Em breve pronunciamento televisionado no fim da reunião, Cameron afirmou que tanto o Reino Unido como a Rússia ‘querem ver o final do conflito na Síria’ e disse que seus respectivos chanceleres ‘trabalharão juntos por esse objetivo.

‘Concordamos em trabalhar conjuntamente para encontrar uma solução viável’, afirmou Putin.

A reunião entre os dois dirigentes, que durou cerca de 45 minutos, aconteceu duas semanas depois que a Rússia e a China vetaram pela terceira vez uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, convocada para aumentar a pressão sobre o regime sírio de Bashar al Assad.

Cameron e Putin trataram também da relação comercial entre os dois países, que experimentou ‘um crescimento constante’ nos últimos tempos, de acordo com o primeiro-ministro do Reino Unido.

O Reino Unido e a Rússia recuperaram sua relação diplomática com a chegada de Cameron ao poder, após anos de distanciamento pela aparente falta de cooperação do governo russo na resolução do caso da morte por envenenamento do ex-espião da KGB Alexander Litvinenko em Londres, em 2006.

A visita de Putin ao Reino Unido, que não tem caráter oficial, foi programada por ocasião dos Jogos Olímpicos de Londres, que o presidente russo pretende assistir.

Após o encontro com Cameron, ambos se deslocaram para a Excel Arena, no leste de Londres, para presenciar a final de judô, esporte de que Putin é torcedor e tem faixa preta.

A última vez que o presidente russo esteve no Reino Unido foi em julho de 2005 para a cúpula do G8, realizada na cidade escocesa de Gleneagles, que coincidiu com os ataques terroristas suicidas perpetrados contra a rede de transporte de Londres. EFE