Avalanche nos Alpes franceses mata 7 alpinistas

Entre as vítimas estavam quatro alemães e três checos

Sete alpinistas morreram em uma avalanche no maciço de Écrins, nos Alpes franceses, na manhã desta terça-feira. Entre as vítimas, todos homens com idades entre 39 e 51 anos, quatro eram de nacionalidade alemã e os outros três eram checos.

A avalanche atingiu três grupos de alpinistas, de acordo com a imprensa local. O coronel do Pelotão da Gendarmaria de Alta Montanha, Christian Flagella, informou que um oitavo alpinista, um montanhista alemão, teve traumatismo no fêmur e será submetido a uma cirurgia nesta quarta-feira.

Leia também:

Malásia já sabe o que causou o terremoto: turistas peladões

Terremoto na Malásia deixa um morto e centenas de alpinistas isolados no monte Kinabalu

A avalanche ocorreu por volta das 12h local (7h em Brasília) no pico Dôme de Neige des Écrins, de 4.015 metros de altitude, em um dia sem “alertas particulares” dos serviços de meteorologia.O acidente ocorreu a cerca de 3.900 metros, junto à cidade de Pelvoux. O local é popular entre alpinistas, pois sua ascensão é relativamente fácil.

Em abril, três alpinistas, dois austríacos e um italiano, morreram por causa de outra avalanche no maciço de Écrins.

(Com EFE)