Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Autoridades proíbem marcha do Orgulho Gay na Turquia

Governo alega "motivos de segurança", mas organizadores da marcha se mostraram dispostos a celebrar mesmo assim o desfile no domingo.

As autoridades turcas anunciaram neste sábado (24/06) que proibirão o desfile anual do Orgulho Gay, que aconteceria neste domingo na Praça Taksim de Istambul, por motivos de “segurança”.

“Não haverá a permissão para uma manifestação ou uma marcha nessa data levando em conta a segurança dos turistas na área e a ordem pública”, disse em um comunicado.

No entanto, os organizadores do evento se mostraram dispostos a celebrar o desfile previstoe tacharam a proibição oficial de decisão “sem fundamento”.

Lara Ozlen, do comitê organizador da marcha do Orgulho Gay, qualificou de “mentira” as palavras do gabinete do governador. “Conheciam a nossa intenção há muito tempo, já que apresentamos um pedido há semanas”, assegurou à AFP.

A ONG Anistia Internacional (AI) acolheu a decisão das autoridades “com grande inquietação”, de acordo com um comunicado, e pediu à Turquia que retirasse a proibição e respeitasse a liberdade de expressão e de reunião.

Em 2015 e 2016, as autoridades já proibiram as marchas do Orgulho Gay e os manifestantes que não respeitaram o veto foram dispersados com violência pelas forças de segurança.

Estas manifestações foram realizadas sem incidentes nos anos anteriores, com milhares de participantes que desfilavam para defender os direitos LGBT – lésbicas, gays, transexuais, bissexuais e intersexuais – em um dos maiores eventos deste tipo no Oriente Médio.

(Com AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nathan Khornnes

    Gays devem viver no mundo dos gays, para haver harmonia com quem é normal. Deus nao fez Adão e Ivo. Se fosse uma coisa boa, com certeza, Ele teria feito.

    Curtir

  2. André Morais

    Uma pena. A parada gay é um evento importante nesses países repressores.

    Curtir