Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Austrália faz consulta postal sobre casamento gay

Antes do dia 7 de novembro, os australianos deverão responder à pergunta: "Deve ser trocada a lei para permitir que pessoas do mesmo sexo se casem?"

A Austrália iniciou, nesta terça-feira, 12, uma consulta postal para saber a opinião dos australianos sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Cerca de 16 milhões de cédulas foram enviadas pelo governo à população.

Antes do dia 7 de novembro, os australianos deverão responder à pergunta: “Deve ser trocada a lei para permitir que pessoas do mesmo sexo se casem?”. No dia 15 do mesmo mês será anunciado o resultado, que não terá valor legal.

Se o sim vencer a pesquisa, o governo conservador permitirá a seus deputados que proponham, antes do Natal, a reforma da Lei de Casamentos de 1961, para incluir o casamento gay. Mas se o “não” ganhar, a mudança será deixada de lado.

A oposição trabalhista, porém, prometeu que, se vencerem as eleições gerais previstas para 2019, organizarão um debate sobre o tema no Parlamento nos primeiros 100 dias do mandato.

A polêmica votação postal foi criticada por políticos e ativistas a favor dos direitos da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) por considerar que o Parlamento deveria realizar o debater dentro da Casa. Além disso, houve o temor que a consulta degenere em campanhas de ódio.

Pesquisa da agência Fairfax/Ipsos divulgada nesta terça, mostra que 70% dos cidadãos apoiam a legalização da união entre os gays.

(Com EFE)