Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atiradores matam 18 e fazem reféns em shopping center de Bagdá

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do ataque

Atualizado às 16h35

Atiradores invadiram um shopping no leste de Bagdá, no Iraque, deixando 18 mortos, ferindo 50 pessoas e fazendo reféns. Os invasores abriram fogo contra clientes do shopping Jawhara após um carro-bomba explodir do lado de fora do local, no distrito Baghdad Jadida, de maioria xiita [entenda a diferença entre sunitas e xiitas no quadro abaixo do texto]. Segundo a agência de notícias France-Presse, um dos terroristas tinha bombas presas ao corpo e se explodiu no estabelecimento. O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do atentado.

Leia mais:

Turquia anuncia que retirará suas tropas posicionadas no norte do Iraque

Grupo de caçadores, entre eles um príncipe, é sequestrado no Iraque

As forças iraquianas cercaram o shopping e posicionaram suas tropas no telhado do prédio. Dentro do estabelecimento, os oficiais entraram em confronto com os agressores, matando dois deles. Outros quatro atiradores foram presos, segundo a agência de notícias Associated Press.

Forças de segurança fizeram um cordão de proteção nas ruas próximas ao local. Oficiais estimam que por volta de 50 pessoas ficaram presas dentro do shopping antes da situação ser normalizada. Distritos de maioria xiita e forças de segurança na capital e em outras localidades são alvos constantes do EI, que atualmente controla grandes áreas do norte e oeste do Iraque.

(Da redação)