Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atirador tomava remédio que pode causar surtos psicóticos

Stephen Paddock comprou no dia 21 de junho, com receita médica, 50 comprimidos de 10 miligramas do sedativo diazepam

Stephen Paddock, o autor do massacre que causou 59 mortes e deixou mais de 500 feridos em Las Vegas no último domingo comprou em junho um medicamento contra ansiedade, com receita médica, que pode provocar comportamentos agressivos, informou nesta quarta-feira o Las Vegas Review-Journal.

Documentos obtidos pelo jornal por meio da base de dados do Programa de Supervisão de Prescrições de Medicamentos do estado de Nevada mostraram que o médico Steven Winkler receitou a Paddock, no dia 21 de junho, 50 comprimidos de 10 miligramas do sedativo diazepam. Paddock comprou o remédio sem apresentar cartão de seguro médico em uma farmácia da rede Walgreens na cidade de Rena, também em Nevada, no mesmo dia em que recebeu a receita.

O abuso desse medicamento pode causar inclusive experiências psicóticas, segundo o portal especializado “drugabuse.com”. “Se alguém tem um problema de agressividade subjacente e utiliza esse fármaco, pode despertar essa agressividade”, disse ao jornal o médico Mel Pohl, do hospital Recovery Center, de Las Vegas.

“Pode desinibir esse estado emocional. É parecido com o que acontece quando se dá álcool a algumas pessoas: ficam mais agressivas, em vez de adormecidas”, acrescentou.

Segundo autoridades locais, Paddock modificou 12 armas para transformá-las em automáticas e conseguir fazer muito mais disparos do que a capacidade original para atingir a multidão que assistia ao festival Route 91 Haverst de música country.

(com EFE)