Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataques aéreos matam 18 militantes da Al Qaeda no sul do Iêmen

Sana, 10 mai (EFE).- Pelo menos 18 supostos militantes da Al Qaeda morreram nas últimas horas em vários ataques aéreos contra seus redutos na província de Abian, situada no sul do Iêmen, informaram nesta quinta-feira fontes militares.

Segundo o Ministério de Defesa do Iêmen, dez supostos terroristas morreram em uma ofensiva do Exército iemenita lançada hoje contra a cidade de Zinyibar, capital de Abian, e seus arredores.

Os ataques aéreos e de artilharia, que também deixaram cinco radicais feridos, foram lançados em lugares controlados pelos combatentes da Al Qaeda nesta conflituosa zona.

‘Com apoio da artilharia e da aviação de combate, o Exército efetou alguns ataques contra os acampamentos dos militantes da Al Qaeda’, assegura a nota oficial, que acrescenta que dois veículos usados pela organização também foram destruídos.

Fontes militares também confirmaram à Agência Efe que pelo menos oito militantes da Al Qaeda morreram após o lançamento de cinco mísseis disparados por um ‘drone’ (avião não-tripulado) americano.

Washington respalda o Exército iemenita com aviões não tripulados e dirigidos por controle remoto em sua campanha contra as células da Al Qaeda.

O esconderijo dos supostos terroristas estava situado na cidade de Yaar, a segunda mais importante da província de Abian, que, desde maio de 2011, registra intensos confrontos contra a Al Qaeda.

No último domingo, o líder militar da Al Qaeda no Iêmen, Fahd al Qasaa, morreu após o ataque de um avião não-tripulado dos EUA contra seu veículo, na província meridional de Shabua.

Dois dias depois, Al Qaeda respondeu com um ataque a duas bases militares em Dofas, também em Abian. Nesta retalhação, 32 soldados iemenitas perderam a vida. EFE