Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após três dias, bombeiros controlam incêndio em refinaria

Explosão, após vazamento de gás no sábado, matou 41 pessoas na maior refinaria da Venezuela

As autoridades da Venezuela informaram que os bombeiros conseguiram extinguir o incêndio na refinaria de Amuay, da estatal PDVSA, três dias depois da explosão que matou ao menos 41 pessoas.

o ministro do Petróleo e presidente da PDVSA, Rafael Ramírez, garantiu que, em dois dias, as atividades serão retomadas em Amuay, que, com a refinaria de Cardón, integra o Centro de Refinação Paraguaná (CRP), o maior do país, com capacidade total de 955.000 barris diários.

As causas do vazamento de gás serão investigadas por uma comissão criada pelo governo venezuelano.

Entre os mortos, há pelo menos 20 militares da Guarda Nacional Bolivariana (GNB), responsáveis pela segurança da refinaria. Cerca de 520 moradias foram afetadas nos arredores.

Especialistas e a oposição acusam o governo de Chávez pela falta de manutenção nas instalações petroleiras do país.

A Venezuela é o maior produtor de petróleo na América do Sul e quinto exportador mundial. O país produz em média 3 milhões de barris diários (mbd), segundo dados oficiais, apesar da Opep afirmar que a oferta de petróleo do país é de 2,3 mbd.

(Com agência France-Presse)