Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após caucus de Iowa, New Hampshire inicia ciclo de primárias nos EUA

Manchester (EUA.), 10 jan (EFE).- Milhares de eleitores irão nesta terça-feira às urnas em New Hampshire, na primeira de uma série de primárias em todo os Estados Unidos, para escolher o candidato republicano que participará das eleições presidenciais de 6 de novembro.

A etapa de New Hampshire, por tradição, serve para dar ânimo ou pôr fim às aspirações presidenciais dos candidatos em disputa, ao combinar fatores como a atenção midiática, arrecadação de fundos e o empurrão necessário para a seguinte etapa do ciclo eleitoral.

Há uma semana, em Iowa, foram realizados os caucus, diferentes em seu mecanismo de escolha das primárias propriamente ditas.

A maioria das urnas no estado permanecerão aberta de hoje até às 19h (horário local) desta quarta-feira, em diversas escolas e centros comunitários.

Os democratas também realizarão suas primárias, mas a eleição é somente uma formalidade, já que o presidente Barack Obama conta com apoio das bases do partido.

Segundo o secretário de Estado de New Hampshire, William Gardner, 250 mil eleitores participarão das primárias republicanas e 75 mil das democratas.

De acordo com as leis de New Hampshire, os eleitores independentes, que não estão inscritos em nenhum partido, podem participar de qualquer uma das duas primárias destinadas a selecionar os delegados para a convenção nacional onde será definido o candidato presidencial.

As primárias republicanas no estado definirão o nome dos 12 delegados que irão participar da convenção nacional do partido, no dia 27 de agosto, em Tampa, na Flórida. Esses representantes serão designados segundo a porcentagem de voto de cada candidato.

Desde 1980, nenhum pré-candidato republicano conseguiu a nomeação para participar das eleições presidenciais sem pelo menos ganhar em Iowa ou em New Hampshire.

A próxima grande etapa a ser realizada será em 6 de março, quando dezenas de estados realizam primárias ao mesmo tempo, dia conhecido como Superterça, mecanismo que ajuda os candidatos a conseguirem nomear mais delegados. É preciso pelo menos 1.143 deles para conseguir a nomeação do partido. EFE