Aos 28 anos, Hope Hicks assume a comunicação da Casa Branca

A jovem ocupava o cargo de maneira interina desde meados de agosto

Hope Hicks, uma das assessoras mais próximas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assumirá de forma permanente a direção de comunicações da Casa Branca, cargo que estava exercendo de maneira interina desde meados de agosto.

A Casa Branca tornou oficial a permanência de Hicks no cargo nesta terça-feira. Ela, que está com Trump desde a campanha, tinha sido nomeada diretora de comunicações de forma interina no último dia 16 de agosto, após uma série de mudanças na equipe de governo. Com apenas 28 anos, Hicks é a terceira pessoa que ocupa o cargo em apenas oito meses de mandato do republicano.

O primeiro diretor de comunicações da Casa Branca de Trump foi Michael Dubke, que renunciou em maio. Depois, veio o polêmico Anthony Scaramucci, um empresário de Nova York que acabou demitido após ficar apenas dez dias no cargo. Apesar do curto período na Casa Branca, a nomeação de Scaramucci provocou a renúncia do até então porta-voz de Trump, Sean Spicer, e a saída de Reince Priebus como chefe de gabinete.

A jovem já trabalhou como diretora de comunicação estratégica e secretária de imprensa da campanha de Trump. Ligada ao presidente, Hope Hicks terá uma tarefa difícil, em uma Casa Branca cujo ritmo de comunicação é marcado pelos tuítes imprevisíveis e o tom popular do republicano.

Além de Hicks, que também trabalhou para a Trump Organization e em projetos de Ivanka Trump, filha do presidente, outras duas mulheres ocupam postos relevantes na equipe de comunicações da Casa Branca. Sarah Sanders é a atual porta-voz e Stephanie Grisham é a diretora de comunicação da primeira-dama.

(Com EFE)