Alemanha: suspeito de planejar ataque se suicidou com camiseta

Autoridades exigem uma investigação sobre as circunstâncias do suicídio de Jaber Al-Bakr, preso sob constante vigilância em prisão alemã

O imigrante sírio preso na Alemanha por suspeita de planejar um atentado terrorista em um aeroporto de Berlim usou uma camiseta para se enforcar na cadeia nesta quarta-feira. Jaber al-Bakr, de 22 anos, foi capturado e levado à prisão de Leipzig, na Saxônia, no leste do país, após dois dias de intensas buscas.

Autoridades exigem uma investigação sobre as circunstâncias da morte de Al-Bakr, que havia iniciado uma greve de fome e estava sob constante vigilância. O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, disse que “questões urgentes” devem ser respondidas, para explicar as falhas que permitiram o suicídio de um preso vigiado.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o chefe do centro de detenção de Leipzig, Rolf Jacob, informou que o intervalo das checagens periódicas à cela de Al-Bakr foi reduzido de 15 minutos para 30 minutos depois de um psicólogo – que não tinha experiência com suspeitos terroristas, ressalta a publicação – assegurar que não havia sinais claros de que o preso pretendia se matar.

LEIA MAIS:
Suspeito de planejar ataque na Alemanha é achado morto na prisão
Alemanha anuncia prisão de sírio suspeito de preparar atentado
Alemão é resgatado após 30 anos preso em casa pelos próprios pais

A polícia prendeu Al-Bakr em Leipzig na segunda-feira, após dois dias de uma grande operação de buscas. Ele estava no apartamento de outros imigrantes sírios, que ofereceram abrigo ao fugitivo, mas avisaram a polícia.

A cidade de Leipzig fica perto de Chemnitz (260 km ao sul de Berlim), onde morava Al-Bakr, refugiado há mais de um ano na Alemanha. Durante as buscas antes da prisão, a polícia encontrou 1,5 quilo de explosivos  na casa do suspeito. As autoridades acreditam que ele tinha ligação com o grupo extremista Estado Islâmico.